terça-feira, 14 de março de 2017

Cheesecake de Goiabada // Desbananando Receitas

Cheesecake é canalhice. Não tem quem não goste. Não tem paladar que resista à combinação de uma base sutilmente salgadinha, com um recheio "neutro" que leva cream cheese e leite condensado e portanto, dispensa comentários, e um topping doce e colorido como uma calda de goiaba ou de qualquer fruta vermelha. 



O Cheesecake surgiu na Grécia, mas se tornou popular nos Estados Unidos. Geralmente é cozido no forno, leva uma base de biscoito, um recheio de queijo, creme e ovos e uma cobertura/topping com fruta. Existem inúmeras variações da receita, e algumas levam gelatina, não necessitando ir ao forno. 

Eu ganhei na loteria porque além de ter uma mãe sensacional ela ainda cozinha pra ca(cilda). Em época de goiaba, não falta geleia de goiaba caseira aqui em casa. Dessas tão vermelhinhas que até parecem extrato de tomate! Pois bem, olhei pra aquele monte de pote de geleia e pensei "isso dava um belo de um cheesecake". O problema é que eu nunca tinha feito um cheesecake (apesar de ser minha sobremesa favorita). Mas não seja por isso, rapidamente busquei umas receitas na internet (Rodrigo Hilbert é sempre a inspiração número um por motivos bem óbvios) e adaptei de acordo com os ingredientes que eu tinha em casa. A receita ficou meio que um Frankenstein, um pouco de cada receita que eu encontrei. Fiz com medo, minha mãe me olhando toda desconfiada achando que não ia dar certo e tcharãn: a melhor sobremesa ever! Ficou sensacional!

Então bora pra receita:


INGREDIENTES:

1. Para a base: 1 pacote 350g de bolacha Maria (a maioria das receitas leva biscoito maisena mas eu não tinha em casa) + 1 tablete de 200g de manteiga*

2. Para a massa/recheio: 1 pote 150g de cream cheese, 1 creme de leite e 1 lata de leite condensado

3. Para o topping: 1 pote de geleia de goiaba da Nita (tô brincando, quem não tiver uma mãe tão maravilhosa como a minha pode tentar fazer a geleia ou então tem outras duas alternativas: compra uma geleia industrializada no mercado ou um tablete de goiabada)

* Usei manteiga sem sal porque era a que eu tinha em casa, mas eu aconselharia usar com sal dependendo da bolacha que você escolher, porque aquele gostinho da base salgadinha com o recheio e topping doces é de matar! A minha base acabou ficou salgadinha mas foi em função da bolacha Maria que usei, que sim, tem bastante sódio (69 mg em 7 biscoitos, ou seja, ~700 mg no pacote inteiro, que seria o mesmo que eu ter adicionado quase 2 g de sal).


MODO DE PREPARO:

° Triturar a bolacha Maria até que vire um pó, uma farofinha (pode-se usar um mixer ou mesmo o liquidificador).
° Adicionar a manteiga aos poucos (temperatura ambiente) e ir amassando com as mãos. Vai formar uma farofinha e você deve parar quando essa farofinha já tiver a quantidade suficiente de manteiga a ponto de grudar e formar uma massinha - tipo uma massinha de pão. Eu acabei usando o tablete inteiro de manteiga mas minha forma era grandinha. Para uma forma menor, não será necessário usar os 200g do tablete.
º Assim que atingir o ponto, colocar a massinha em uma forma (é interessante usar aquelas de fundo removível) e ir modelando com os dedos. Essa base da torta deve ter em torno de 1cm de altura. Não esqueça de fazer as bordinhas mais altas para que o recheio não escorra para fora caso fique muito líquido.
° Levar ao forno, pré-aquecido, por cerca de 15min.

(Base no forno, agora faremos o recheio)


° Misturar os três ingredientes (cream cheese, leite condensado e creme de leite). Bem difícil né? Eu misturei na batedeira, uns 2-3min. Mas não acho que mudaria muita coisa se tivesse feito isso no braço, no muque. hehe

(Retirar a forma do forno, adicionar o recheio e levar ao forno novamente, por mais uns 60min - temperatura baixa, eu usei 130°C. Meu recheio ficou um tanto líquido, o que me assustou. Achei que nunca ficaria durinho, por isso levei ao forno - algumas receitas não levam essa parte ao forno - e a consistência ficou perfeita.)


° Adicionar um pouquinho de água e derreter a geleia de goiaba ou goiabada no microondas. Colocar sobre a torta e levar à geladeira por no mínimo duas horas. 

(Quanto mais tempo ficar na geladeira, mais firme fica o recheio)


E pronto, gente! Sobremesa da vida!


Não é fácil e também não é barata. Mas vale cada centavo e minuto investido! Lembrando que tem receita de Cheesecake muuuuito mais elaborada e complexa que essa. Essa aqui é a mais simples possível, e olha, vou te contar, surpreende muita gente!

Espero que tenham gostado! Uma boa semana a todos!

Para mais informações/detalhes técnicos, sugiro leitura desse link: http://www.petitgastro.com.br/como-fazer-cheesecake/

Dé e Gi <3