domingo, 10 de maio de 2015

Homemade Pizzas // Desbananando Receitas

Hoje é dia das mães! Que tal surpreender a sua mãe, preparando pra ela pizzas feitas em casa com todo amor e carinho que ela merece? Essa semana tivemos o privilégio de aprender como fazer a massa da pizza em casa, nada mais justo que ensinar nossos leitores e passar o "bem (receita)" adiante!


Comer uma pizza pode ser uma experiência ma-ra-vi-lho-sa. Mas pode também ser o ó. Vai dizer que você nunca se irritou com aquela pizza congelada que vem com o recheio todo de um lado e parece ter no máximo uns 50g de queijo (ou seja, nada). Ou então, me diga que você não se incomoda com o catupiry-farinha que vem nas pizzas de tele-entrega? Sério, aquilo lá é tudo, MENOS catupiry. Uma mistura de farinha com água, amido de milho, com talvez um pouco de requeijão. Afff

A solução sempre parece ser ir jantar num local bacana, que apresente uma pizza mais gourmet. Ou então aprender a fazer a própria pizza, e ficar no conforto do seu lar, degustando um vinho e curtindo os amigos e a família.

Essa semana fui à Balada de Pizzas e Calzones, um curso muito descolado ministrado pelo designer Pedro Biz, um apaixonado por fermentação. Eu já havia feito um curso com o Pedro em 2013 e foi fantástico. Na época aprendemos a fazer massas e pães (o curso se chama "Pães para Preguiçosos" e o Pedro continua ministrando ele em diversos locais). Procure ele no face! Super indico!

Bom, vamos aos detalhes: a massa rende 6 pizzas médias do tamanho dessa da foto. São apenas 4 ingredientes:

°6 xícaras de farinha de trigo (eu usei 4 xícaras de farinha branca e 2 xícaras de farinha integral e a massa ficou perfeita)
°3 xícaras de água morna
°2 colheres de sopa de fermento biológico
°2 colheres chá de sal

É só misturar os ingredientes (deixe o sal por último) num bowl e, com as mãos mesmo gente, sovar ele como uma massa de pão. Aconselho fazer isso numa mesa de superfície lisa, com um pouco de farinha para a massa não grudar. Quando chegar numa consistência boa, deixe a massa crescendo por 30min - 1h (o ambiente quente facilita a fermentação).

Depois divida essa massa em 6 partes, deixe repousar mais um pouquinho e já pode começar a abrir (com o uso das mãos ou de um rolo). Coloque o recheio de sua preferência e manda pro forno. Num forno à lenha, com a temperatura adequada, a pizza não precisa mais do que 3 minutos para ficar pronta. Tem que ficar de olho porque é muito rápido mesmo!



Uma boa dica para o molho da pizza é comprar aquelas latas de tomate pelado e bater no liquidificador! Os molhos prontos são cheios de aditivos químicos que a gente deveria evitar ao máximo!

Seja criativo no recheio! Como legítima alemoa, eu adoro misturar doce com salgado. Essa pizza da foto levou bacon, pera, gorgonzola e figo. Ou seja, dois ingredientes doces e dois salgados. A massa era integral (na proporção 2:1 como mencionei na receita). E ficou muito boa, só elogios por parte de quem provou!!!



Mãos à obra, ou melhor, mãos na massa!
Feliz Dia das Mães para todas essas mulheres maravilhosas, de coração gigante, e que são o maior tesouro que qualquer ser humano pode ter.

Beijos, 
Dé e Gi

Um comentário: