sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Marmitas: item essencial na rotina // Discussões

Com a rotina corrida comer em casa nem sempre é possível, mas não é por isso que devemos comer mal em restaurantes que não tem nenhuma opção saudável. É possível ter saúde sim na corrida do dia a dia! E as nossas principais aliadas nisso podem ser as MARMITAS!


Acabaram-se os tempos em que marmitas eram cafonas! Levar seu almoço ou o seu lanche hoje em dia é muito mais cool do que ir comprar um pastel no bar (pããã - não me diga que você ainda faz isso)! Para mim preparar as marmitas e também catar marmitas fofas no mercado virou diversão! É claro que não vou dizer que incorporar as marmitas no dia a dia não exigem organização. É claro que exigem! Mas quem não é organizado não vai a lugar nenhum, nem no trabalho e MUITO menos na dieta! ficaadica! Eu não vou mentir, tem semanas em que a coisa está muito corrida MESMO, aí a gente tem que abrir mão de lanches muito sofisticados e optar pelos mais práticos, mas ainda assim, saudáveis.
No post de hoje o Blog vai mostrar alguns exemplos de marmitas. Ideias de lanches ou almoços para levar podem ser temas de uma próxima postagem (;

Bom, vamos lá! Essa marmita roxinha é da Bentgo e é útil para levar tanto lanches quanto almoços. Ela possui dois potes, como mostra a foto ao lado. Uma com uma divisória e a outra parte que não mostra, mas é igual só que sem a divisória. Nela é possível levar o almoço na parte maior e na outra parte os lanches. E esses dois potes se encaixam e ela pode ficar mais altinha ou mais baixa caso você coloque um pote dentro do outro.



 Essa marmita também existe nas cores cinza, verde e azul. Fica até difícil escolher né?!














Essa marmita verdinha é da Rubbermaid. E apesar de também ser possível levar almoços nela, eu uso mais para lanches. Eu adoooro essa! Olha só que legal: a parte de baixo é um potinho maiorzinho e em cima tem três potes, dois que são bem pequenos (ideais pra oleaginosas, frutas secas ou algum molho) e um mediano que é duas vezes esse potinho pequeno! E no meio é possível colocar uma barrinha de gelo para manter tudo geladinho! É um máximo! Essa barrinha se põem no freezer e o conteúdo de dentro congela. Uso muito os potinhos pequenos separados, cabem em bolsas pequenas facilmente! E os potes pequenos se encaixam  com a tampa do pote grande!

Como eu adorei a ideia das placas de gelo, eu comprei esse kitzinho que vem 4 plaquinhas! São ideais para por na bolsa térmica em volta das marmitas. Aí não tem erro de que tudo vai se manter bem geladinho. (:




Vamos aos preços:
Eu comprei na Amazon, no site os preços são ridículos de baratos. O problema são os impostos e a taxa de entrega. Se você tem algum conhecido morando nos EUA ou passeando por lá da para tentar enviar para a casa dele ou para o hotel.
Lancheira Bentgo - $15,00 - já vi no Brasil, na loja de produtos de cozinha/casa, Spicy, e se eu não em engano estava em torno de R$60,00.
Lancheira Rubbermaid - $8,00 - SIM, eu estou falando que o preço é ridículo. Chega a ser frustrante ter que pagar quase o dobro de impostos.
Placas de gelo - $8,00

Espero que tenham gostado!



Beijos grandes,
Dé e Gi!
(:

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Comparação entre queijos // Desbananando Rótulos

Quando se fala em queijos, nutricionalmente sempre se dá preferência aos brancos. Mas entre o queijo Minas tradicional, o Minas Light, a Ricota tradicional e a Ricota Light, qual escolher? 


A preferência nacional é pelo queijo mussarela! Mas, sempre que queremos "nos comportar" vamos ao super para comprar um queijo branco e nos deparamos com a seguinte questão: queijo minas, minas light, ricota ou ricota light? O que eu levo?

O queijo Minas é o primo ryco. Bem mais caro que a Ricota. Mas será que a Ricota não é um alimento mais rico nutricionalmente? Vamos analisar as informações nutricionais desses produtos! Vem comigo!


Primeiro: o que se busca num queijo (além de um sabor agradável, obviamente)? Queijos são boas fontes de cálcio e proteína, e procuramos isso com o menor índice de gordura - total e saturada - e sódio possíveis.

A tabela apresenta os produtos da marca Santa Clara em quantidades padronizadas de 30g. Para os queijos Minas e Ricota, essa quantidade seria o equivalente a uma fatia média. Já para os queijos mussarela e lanche, 1 e 1/2 fatia.

Analisando as informações nutricionais é fácil perceber que os queijos mussarela e lanche possuem a maior quantidade de gordura, e portanto, tem um valor calórico mais alto. Valor esse que chega a ser o dobro encontrado no queijo Minas light e na Ricota tradicional, e quase três vezes o valor energético da Ricota light na mesma quantidade. Quem deseja emagrecer deve sim dar preferência aos queijos brancos. Eis que surge a grande dúvida: vale a pena pagar mais pelo queijo Minas?

Em questão de sódio, não há diferença entre o queijo Minas e a Ricota, tanto nas versões tradicionais quanto nas versões light. Se olharmos para o cálcio, o queijo Minas Light é a melhor opção! Mas em termos de calorias, o queijo Minas light é muito parecido com a Ricota tradicional. 

Quem está numa dieta super restritiva deveria usar e abusar da Ricota Light. Ela tem apenas 1,3g de gordura em 30g de produto, e desses 1,3g apenas 0,8g são oriundos da gordura saturada.

E então, o que o Desbananando conclui? Se for para gastar mais comprando o queijo Minas, escolha a versão light. Se a dieta não permitir muitas calorias, fique com a Ricota versão light. E se você não está numa dieta super restritiva, mas gosta de se cuidar e não aguenta mais pagar quase 10 dilmas num queijo: a Ricota versão tradicional pode representar a melhor saída. 
Uma coisa é certa: deixe o mussarela e o lanche para comer bem eventualmente.

E ai, qual deles você vai escolher nas próximas compras?? Enquanto termino o post já lembro do tofu. Outra opção que merece ser analisada mais afundo. Cenas dos próximos capítulos...

Um grande beijo, 

Dé e Gi