segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Picolés Los Paleteros // Desbananando Rótulos

Já diz o ditado, uma imagem vale mais que mil palavras...


Los Paleteros - Morango com Leite Condensado

Água na boca? Se você, assim como nós, ficou louco por essa delícia, acompanha aqui uma análise nutricional dos Los Paleteros!


Já provou uma “paleta” Los Paleteros? Não conhece?
O Los Paleteros é uma empresa brasileira, com franquias no Rio Grande do Sul (Shoppings Iguatemi, Barra Shopping e Praia de Belas), Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Mato Grosso e Rio de Janeiro.
Receitas de “paletas” vindas do México, produzidas artesanalmente a base de frutas. A unidade pesa 120g, o que representa uma versão meio que jumbo dos picolés que até então estávamos acostumados a comer por aqui. Os valores variam de 6 a 8 reais e quem prova, meu amigo, quem prova, se apaixona! O sabor é, realmente, único! Eu confesso, sou paleteromaníaca.

E o valor nutricional do produto?
Acompanhem na tabela abaixo. Nessa tabela tentei comparar os queridinhos dos porto-alegrenses, os mais vendidos por aqui. A tabela mostra os valores em 120g, peso comum a todos os sabores.




VALOR ENERGÉTICO: Se engana quem pensa que Morango com Leite Condensado (e é leite condensado mesmo gente, eu já comi esse!) é o campeão em calorias. A paleta de Paçoca ganha longe nessa disputa. São 337 calorias, mas 337 calorias de puro prazer eu diria! A paleta tem pedaços gigantes de paçoca , é deliciosíssima. Talvez seja melhor dividir com a amiga... Ou caprichar no exercício depois.
Quem procura uma sobremesa de poucas calorias deveria mesmo era se jogar nas versões frutadas. Abacaxi com Pimenta é, certamente um dos picolés de fruta mais incríveis que eu já provei. É bem apimentado mesmo! E olha que eu sou a rainha das pimentas, daquelas que deixa o sushi verde de tanto wasabi.

PROTEÍNAS: A paleta com maior teor de proteína é justamente a mais calórica delas, Paçoca. 

GORDURAS TOTAIS: Palmas para Morango com Leite Condensado e Abacaxi com Pimenta que apresentam os menores teores de gordura total. Todas as frutadas, aliás, não contém gordura alguma. Aqui novamente a paleta de Paçoca liderando o ranking, com 14g de gorduras totais.

GORDURAS SATURADAS: Shame on you, Brigadeiro, com 6,9g de gordura saturada! A paleta de Paçoca, apesar de ter o maior teor de gordura, tem somente 2,7g de gordura saturada. Pelo menos isso né? A gordura saturada* deve ser evitada, uma vez que pode aumentar o risco de dislipidemias (alteração no nível de lipídios/lipoproteínas no sangue, principalmente, colesterol e triglicerídeos) e de doenças cardíacas. 

GORDURAS TRANS: Aqui sim algo bem preocupante! A paleta de Doce de Leite, que até então estava quietinha no canto dela, apresenta 2g de gordura trans. A recomendação é que seja consumido o mínimo possível. Segundo a OMS, a ingestão não deve ultrapassar 1% do valor energético total da dieta. Isso significa que, em que uma dieta de 2000 kcal, o máximo a ser ingerido por dia são 2g (quantidade presente na paleta). Não podemos esquecer que, infelizmente, muitos produtos disponíveis no mercado contém gordura trans atualmente. Para quem não sabe, existe uma brecha na legislação* vigente que permite que o fabricante declare o produto "livre de gordura trans" caso a quantidade presente em uma porção seja igual ou menor que 0,2g. Isso não significa que o produto não tenha gordura trans. Isso só significa que a quantidade por porção não é considerada significativa para ir no rótulo. E essa porção geralmente não representa o que, de fato, é ingerido. Por exemplo: a porção da maioria das bolachas recheadas é 2 1/2 bolachas, ou no máximo 3 bolachas. Ok, para essa porção a quantidade de gordura trans não é significativa, ou seja, não passa de 0,2g. Mas quem pega um pacote de bolachas e come só 2 bolachas e meia?


SÓDIO: Novamente a Paçoca nos fazendo repensar nossa escolha. 107mg de sódio na porção. Esse sódio certamente vem nos pedaços de paçoca que são adicionados ao produto. Mais uma vez Abacaxi com Pimenta dando show. Nada, zero, nothing, de sódio. Yay!

FIBRAS: Como era de se esperar das paletas cremosas e recheadas, nada ou quase nada de fibra. O que é estranho é a paleta de Abacaxi com Pimenta não conter fibras também. Na lista de ingredientes, a empresa cita abacaxi como primeiro ingrediente e polpa de abacaxi como segundo. Onde foram parar as fibras do abacaxi então, senõr Alejandro?

E os ingredientes? O que nos dizem?


É fácil perceber que todas as paletas analisadas contém os mesmos estabilizantes (utilizados para manter a aparência e condições físicas do alimento - o biscoito de mantém crocante, o bolo não murcha, etc). A goma guar, retirada do feijão, é uma fibra alimentar solúvel utilizada desde 1950. O carboximetilcelulose é muito utilizado em sorvetes por ser capaz de estabilizar e homogeneizar o sistema complexo de ar, água e gordura, evitando a separação dos cristais. As paletas de Paçoca, Doce de Leite e Brigadeiro ainda possuem outros aditivos adicionados. Felicidade é ver o morango e o abacaxi como primeiro ingredientes das paletas de Morango com Leite Condensado e Abacaxi com Pimenta. A paleta de Doce de Leite contém gordura de palma, que tem sido utilizada como forma de substituição da gordura trans. O óleo de palma, apesar de ser rico em vitamina E e conter ácidos graxos insaturados e poliinsaturados, apresenta 50% da gordura na forma saturada. Not good! 
Por enquanto, então, se tiver que escolher entre essa opções fique com Morango com Leite Condensado ou com a de Abacaxi com Pimenta. O Desbananando também vai analisar as Paletas frutadas, individualmente, e ver se realmente elas são feitas a base de fruta como prometido. Quem sabe não encontramos uma opção bem mais saudável pra nossa sobremesa? No próximo post você confere essa comparação. 

Beijos e boa semana a todos
Dé e Gi ;)

Referências:
1. Resolução RDC no 360, de 23 de dezembro de 2003.
2. Slavin JL, Greenberg NA. Partially Hydrolyzed Guar Gum: Clinical Nutrition Uses. Nutrition, 2003.
3, HEBBEL, Hermann Schimidt. Aditivos y Contaminantes de Alimentos. Editora Fundacion Chile: Santiago, 1979.
4. Guia Alimentar para a População Brasileira - Ministério da Saúde, 2006

Nenhum comentário:

Postar um comentário