quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Los Paleteros: a saga continua // Desbananando rótulos

Chegou a hora de analisar as versões frutadas dos picolés mexicanos Los Paleteros! Curiosos?


Depois de desbananar os rótulos das paletas mais vendidas (e certamente mais gordinhas), resolvemos ir mais a fundo nas informações nutricionais das versões frutadas, e verificar se realmente elas são feitas à base de fruta como promete o fabricante!
A tabela mostra, novamente, as informações em 120g, porção comum a todos os sabores.

Vamos a análise! Surpresa boa!
Ficamos felizes ao ver a quantidade de fibras na paleta de Goiaba: 3g! É a campeã no quesito fibra! E olha, muito bacana isso hein! Mostra que realmente essas paletas são elaboradas a base da fruta. E pra quem achou pouco, a maioria das barras de cereal disponíveis no mercado não tem nem metade dessa quantidade!
A lista de ingredientes (polpa de goiaba, água, açúcar, glucose, suco de limão e estabilizante goma guar e carboximetilcelulose) confirma: o picolé é feito à base de fruta e as fibras são naturais, fato que deve ser comemorado pois vivemos numa era em que até as fibras alimentares são sintéticas! Eu gostaria de ver aqui uma análise também de micronutrientes, pois se o picolé é realmente feito à base de goiaba certamente ele tem uma boa quantidade de vitamina C, por exemplo. Já diria a mestre Márcia Vitolo: "Quer atingir a recomendação de vitamina C do dia? Dá uma mordida numa goiaba. Já basta!".

Demais paletas tem um teor de fibra entre 0,6 a 2g por porção, com exceção das paletas de Limão, Maracujá e Abacaxi que não contém fibra. Olhando os ingredientes é fácil descobrir o por quê da paleta Limão não conter fibra. Ela é feita com suco de limão em pó! Buuuu pra ti, paleta de Limão! Já a paleta de abacaxi apresenta como primeiro e segundo ingredientes: abacaxi e polpa de abacaxi. E a de maracujá, apesar de não ser no primeiro ingrediente (ela contém mais água e açúcar) também possui suco e polpa da fruta na composição. Weird! Deveria ter fibra. Pode ter sido um erro de digitação. O Desbananando contatou o fabricante que prontamente respondeu dizendo que a equipe responsável está apurando essa informação. Ficamos no aguardo!

De acordo com a nova legislação (1) um alimento é considerado fonte de fibras se ele tem 2,5g na porção - a legislação anterior (2) exigia 3g de fibras em 100g do alimento. De qualquer forma, a única paleta Los Paleteros que podemos considerar fonte de fibras é a de goiaba. 

Agora vamos dar uma olhadinha na lista de ingredientes:


O fabricante anuncia "Paletas frutadas: naturais, sem corantes e conservantes, com pedaços de fruta de verdade". De fato, a maioria dos picolés apresenta a própria fruta como primeiro ingrediente. Também é fato que não há corantes nas listas. No entanto, a alegação de não conter conservantes é questionável. O acidulante INSS 330, mais conhecido como ácido cítrico e presente na paleta de Limão, é um conservante. Natural, mas inevitavelmente conservante. É autorizado para uso segundo as Boas Práticas de Fabricação (3), e neste caso não há como saber se foi adicionado ou se veio com o limão. Como a lista de ingredientes mostra suco de limão em pó, fica a dúvida... Talvez o fabricante possa nos esclarecer isso melhor. A empresa foi contatada quanto a essa questão também e assim que tivermos um retorno atualizamos o post.

Olhando o valor energético percebe-se o quanto as paletas frutadas tem menos calorias que as demais. 
Então já sabe, bateu a vontade de um doce depois da refeição: vai nas frutadas, e sim, elas são deliciosas! Se o dia é de gordice, quem sabe dividir a paleta não seja a melhor opção? Gente, elas são beeeem grandes... A maioria dos nossos picolés tem menos da metade do peso das paletas mexicanas. Enquando as paletas pesam, todas, 120g, uma unidade do picolé de Limão Fruttare (Kibon) tem 58g e o La Frutta de Limão (da Nestlé) 61g. 

E aí, gostaram da análise? Que tipo de alimento vocês gostariam que fossem "desbananados" aqui? O Desbananando quer ouvir você! Mande suas sugestões pra gente!

Um grande beijo, lambuzado 
Dé e Gi ;)

Referências:
1. Resolução RDC nº 54, de 12 de novembro de 2012.
2. Portaria nº 27 , de 13 janeiro de 1998 - ANVISA
3. RDC nº 45, de 3 novembro de 2010 - ANVISA

Nenhum comentário:

Postar um comentário