quinta-feira, 14 de agosto de 2014

A Importância da Vitamina D // Discussões



Vocês sabiam que a vitamina D tem diversas funções importantes? E que sua deficiência é mais comum do que você pensava? Nos acompanhe nessa discussão!



Diversos estudos atuais, das mais variadas regiões geográficas (mundiais!), tem reportado uma alta prevalência da deficiência da vitamina D [1,2,3]. Sua deficiência é mais comum no período do inverno [4,5].
Por que? A síntese endógena de vitamina D é dependente da exposição aos raios UVB [8], que, obviamente é menor no inverno - tanto pela posição solar, quanto pelos hábitos durante a estação mais fria do ano (maior tempo dentro de lugares fechados, uso de roupas mais fechadas, dentre outros). Assim como na população em geral, os atletas também não atingem a recomendação diária da vitamina [4,5,6,7]. Segundo revisão recente, a maioria dos estudos com atletas indica uma prevalência de mais de cinquenta por cento dos indivíduos da amostra com insuficiência de vitamina D (valores correspondentes a uma concentração <30 ng.mL-1) [8]. Outros fatores que podem interferir na adequada síntese endógena da vitamina D envolvem pigmentação da pele [9], treinos em horários extremos (cedo da manhã ou a noite) [9] ou em ambientes fechados [4], localização geográfica [5] e uso de protetor solar [10].

Por que a vitamina D é tão importante?


Dentre as mais variadas funções fisiológicas que a vitamina D está envolvida, você, provavelmente, já ouviu falar na sua relação com a saúde óssea. Sim, ela realmente é importante! Você provavelmente já viu a vitamina associada a suplementos de cálcio. E isto tem justificativa! A vitamina D está envolvida na regulação da absorção intestinal de cálcio [11,12,13]. Assim sendo, por mais que sua alimentação seja rica em cálcio ou mesmo que você suplemente o mineral, se houver deficiência, ou até mesmo insuficiência da vitamina D, a absorção do cálcio pode não estar ocorrendo de forma plena. Fique de olho, pois a vitamina D está diretamente relacionada à densidade mineral óssea (DMO) [14], isto é, de uma forma chula, a concentração de tecido ósseo (tecido ativo) em determinado volume de osso. Patologias como osteopenia e osteoporose são caracterizadas por baixa DMO. A vitamina D também é importante para a prevenção de lesões ósseas, tanto em sedentários, quanto em indivíduos ativos [14,15,16].

          Outra função muito interessante da vitamina D é sua relação com a dor e fraqueza muscular. Imagine você que frequentes crises de dores musculares podem ser resolvidas com uma simples suplementação de vitamina D! Não estamos dizendo que em caso de dor você deve recorrer à suplementação. Não! Mas isto deve entrar na investigação do caso, pois estudos correlacionam os baixos níveis séricos da vitamina com a dor muscular [17,18] e já há evidências de que a suplementação foi capaz de reduzí-la [19,20].
             
E como se ela não pudesse ser mais incrível, recentemente, sua relação com a imunidade foi estabelecida. Algumas hipóteses ressaltam que epidemias do vírus da influenza e outras infecções características do inverno poderiam estar diretamente relacionadas com a deficiência sazonal de proteínas antimicrobiais (PAM), secundária à deficiência da vitamina D [21].


 Vamos dar mais importância pra vitamina D?! Acho que ela merece!

            No próximo post vamos falar um pouco sobre a recomendação de vitamina D diária, se podemos obtê-la através dos alimentos e, se sim, quais alimentos.

 Beijos,
 Gi e Dé! (:


Referências:

1. Lips, P. (2007). Vitamin D status and nutrition in Europe and Asia. The Journal of Steroid Biochemistry and Molecular Biology, 103(3-5), 620–625
2. Zittermann, A. (2003). Vitamin D in preventive medicine: Are we ignoring the evidence? The British Journal of Nutrition, 89(5), 552–572
3. Chen, T.C., Chimeh, F., Lu, Z., Mathieu, J., Person, K.S., Zhang, A., et al. (2007). Factors that influence the cutaneous synthesis and dietary sources of vitamin D. Archives of Biochemistry and Biophysics, 460(2), 213–217
4. Halliday TM, Peterson NJ, Thomas JJ,et al. Vitamin D status in relation to diet, lifestyle habits and injury in college athletes. Med. Sci. Sports Exerc.
5. Lehtonen-Veromaa M, Mottonen T, Irjala K,et al. Vitamin D intake is low and hypovitaminosis D common in healthy 9- to 15-year-old Finnish girls.Eur. J. Clin. Nutr. 1999; 53:746Y51
6. Clark M, Reed DB, Crouse SF, Armstrong RB. Pre- and post-season dietary intake, body composition, and performance indices of NCAA division I female soccer players.Int. J. Sport Nutr. Exerc. Metab. 2003;13:303Y19.
7. Ziegler P, Nelson JA, Barratt-Fornell A, Fiveash L, Drewnowski A. Energy and macronutrient intakes of elite figure skaters.J. Am. Diet. Assoc. 2001; 101:319Y25.
8. Larson-Meyer DE, Willis KS. Vitamin D and athletes. Curr Sports Med Rep. 2010 Jul-Aug;9(4):220-6. doi: 10.1249/JSR.0b013e3181e7dd45.
9. Hamilton B, Grantham J, Racinais S, Chalabi H. Vitamin D deficiency is endemic in Middle Eastern sportsmen.Public Health Nutr. 2010: 15:1Y7.
10. Matsuoka LY, Ide L, Wortsman J, MacLaughlin JA, Holick MF. Sunscreens suppress cutaneous vitamin D3 synthesis.J. Clin. Endocrinol. Metab. 1987; 64:1165Y8
11. Holick MF. Vitamin D deficiency.N. Engl. J. Med. 2007; 357:266Y81
12. Holick MF, Chen TC. Vitamin D deficiency: a worldwide problem with health consequences.Am. J. Clin. Nutr. 2008; 87:1080SY6S
13. Zittermann A. Vitamin D in preventive medicine: are we ignoring the evidence? Br. J. Nutr. 2003; 89:552Y72
14. Bischoff-Ferrari, H.A., Giovannucci, E., Willett, W.C., Dietrich, T., & Dawson-Hughes, B. (2006). Estimation of optimal serum concentrations of 25-hydroxyvitamin D for multiple health outcomes. The American Journal of Clinical Nutrition, 84(1), 18–28
15. Ruohola, J.P., Laaksi, I., Ylikomi, T., Haataja, R., Mattila, V.M., Sahi, T., et al. (2006). Association between serum 25(OH)D concentrations and bone stress fractures in Finnish young men. Journal of Bone and Mineral Research, 21(9), 1483–1488.
16. Lappe J, Cullen D, Haynatzki G,et al. Calcium and vitamin d supplementation decreases incidence of stress fractures in female navy recruits. J Bone Miner. Res. 2008; 23:741Y9
17. Plotnikoff GA, Quigley JM. Prevalence of severe hypovitaminosis D in patients with persistent, nonspecific musculoskeletal pain. Mayo Clin. Proc. 2003; 78:1463Y70
18. Macfarlane GJ, Palmer B, Roy D,et al. An excess of widespread pain among South Asians: are low levels of vitamin D implicated? Ann. Rheum. Dis. 2005; 64:1217Y9
19.  Al Faraj S, Al Mutairi K. Vitamin D deficiency and chronic low back pain in Saudi Arabia.Spine (Phila Pa 1976). 2003; 28(2):177Y9.
20. de Torrente de la Jara G, Pecoud A, Favrat B. Musculoskeletal pain in female asylum seekers and hypovitaminosis D3. BMJ. 2004; 329: 156Y7

21. Cannell JJ, Zasloff M, Garland CF, Scragg R, Giovannucci E. On the epidemiology of influenza.Virol. J. 2008; 5:29

Nenhum comentário:

Postar um comentário